Uma Aventura na Casa Assombrada

Olá!

Já que estamos numa altura em que falamos muito do filme que vai estrear dia 3 de Dezembro, hoje vou falar-vos à cerca do livro. Embora já todos saibam que o filme é baseado no livro.

 

Apresentação:
Que campo de férias sensacional! E depois uns dias na casa da família da Filipa. Mas passam-se coisas tão estranhas... A casa estará mesmo assombrada? Assustadora e emocionante, esta é com certeza a melhor aventura da colecção!

 

Excerto do livro:
    «A meio da noite Pedro despertou estremunhado. Não sabia ao certo onde estava, estranhou a falta dos panos da tenda e a moleza do chão.
      "Já acabou o acampamento mas isto não é o meu quarto". Pensou com as ideias envolvidas em nebulosa. "A...".
      Um ruído surdo seguido de estalidos pô-lo de sobreaviso.
      "O que é isto?"
      Sentara-se na cama a esfregar os olhos e apesar da escuridão pegou nos óculos.
      Os ruídos continuavam: crac... crac..., com um certo ritmo de barulho e pausas salteadas. Não se tratava portanto de estalidos na madeira. Olhou pela janela e chuva também não era.
      "Ratos?"
      Apurou o ouvido e ficou sem pinga de sangue porque lhe pareceu ouvir uma respiração ofegante atrás da parede.
      — Chico! — chamou em surdina. — Chico!
      Queria acender a luz e não atinava com o fio do candeeiro.
      "Ah... ah..."
      A respiração alterara-se e agora ressoavam suspiros! Gelado de pavor, saltou da cama e foi abanar o Chico.
      — Acorda, pá!
      Ele sobressaltou-se.
      — Hã... o que foi? Hã?
      As raparigas, acordadas pelo mesmo som cavernoso, reagiram lançando-se pela escada abaixo a chamar pelos amigos. Chocaram com eles, tropeçaram uns nos outros e rebolaram pelo tapete em várias direcções. Pedro deu uma bruta cabeçada na parede, Filipa magoou-se horrivelmente no bico de uma mesa, as gémeas derrubaram peças de loiça e os gemidos foram abafados por um berro monumental e gutural:
      — Uahrrr...
      Seguiu-se uma berraria desafinada e a luz acendeu-se como que por encanto.
      Estavam todos brancos como a cal e entreolharam-se apalermados.
      — O que é que aconteceu? — gaguejou a Filipa.
      — Ah...
      — Ouvi barulhos...
      — Eu também.
      Instintivamente calaram-se, e o silêncio abateu-se sobre eles como uma garra.
      — Tenho os ombros gelados — queixou-se a Teresa.
      Luísa esfregou os próprios braços como se também ela sentisse frio.
      — Quem é que acendeu a luz? — perguntou.
      — Quanto a isso não se preocupem — informou o Pedro. — Carreguei num botão por acaso.
      — E quem é que deu berros tipo urso enfurecido?
      O João e o Chico acusaram-se, abanando a cabeça, e deixaram-se cair ambos no sofá.
      — Acho que vi um fantasma — disse o João por fim. — Ou melhor, tenho a certeza.»

(in Uma Aventura na Casa Assombrada, pp. 46-47)

 Retirado do site: http://uma-aventura,pt

 

 

Beijinhos e comentem

 

publicado por UmAventura às 20:30 | comentar | favorito
tags: