Isabel Alçada

Olá!

Ontem recebi a notícia de que, provavelmente, uma das escritoras dos livros de "Uma Aventura" será a próxima Ministra da Educação. Isabel Alçada, falou para a TVI e deu essa notícia no Jornal Nacional de ontem.

 

 

 

Isabel Alçada define-se:

"Nasci em Lisboa no dia 29 de Maio de 1950.
Fui a primeira de três irmãs. Na nossa família havia gente de todas as idades e convivíamos constantemente. Desde pequena que me lembro de festas onde o mais novo era bebé e o mais velho, muito velhinho!

Estudei no Liceu Francês, onde me correu sempre tudo muito bem. Tinha amigos, gostava dos professores e obtinha boas notas. A disciplina preferida variava.

Só tenho boas recordações de férias. Íamos para a praia de São Martinho do Porto com tios e primos. Divertíamo-nos imenso.

Em Setembro instalávamo-nos no Cartaxo, e aí tínhamos muito contacto com animais. Adorávamos meter-nos no galinheiro e perseguir a bicharada, recolher ovos do ninho e fugir dos gansos e dos adultos que não aprovavam aquelas actividades...

Mais tarde a família escolheu outro poiso para férias, a Praia das Maçãs. Como era uma zona pacata, gozávamos de grande liberdade, podíamos andar de bicicleta pelo pinhal e fazer escaladas na serra de Sintra. Organizávamos o percurso com antecedência e cuidado, de preferência bem difícil e cheio de obstáculos, para tornar mais emocionante a escalada até ao Castelo dos Mouros ou ao Palácio da Pena. Não nos esquecíamos de rechear o cesto de piquenique... Foi por essa altura que conheci a praia da Ursa e ouvi a lenda que incluí em Uma Aventura no Bosque.

À medida que fomos crescendo, o grupo ia aumentando. Surgiram os primeiros namoros, alguns por quinze dias, outros até ao fim do Verão. E tivemos as primeiras festas com dança. Para fazer boa figura, treinava imenso passos de rock na garagem com as minhas irmãs e os meus pais, ambos óptimos dançarinos!

Quase todos os anos fazíamos uma pequena viagem pelo país ou então a Espanha. Atravessar a fronteira era um delírio!

Além do estudo, dedicava-me à ginástica desportiva e frequentava aulas de teatro. Representei com bastante êxito o papel de moça numa peça de Gil Vicente.

Não foi fácil escolher que curso queria tirar porque gostava de todas as matérias. Quando acabei o liceu, inscrevi-me na Faculdade de Letras de Lisboa e fiz o primeiro ano de um curso de Línguas. Como não gostei muito, mudei para Filosofia.

Casei no dia 30 de Maio. Tinha feito dezoito anos na véspera!

Continuei a estudar e comecei a trabalhar dando explicações de Português e Filosofia.

Depois arranjei o primeiro emprego fora de casa e, como trabalhava muitas horas por dia, só podia estudar ao fim-de-semana. Nessa altura já tinha uma filha, a Vera, felizmente muito sossegadinha.

Acabei por escolher ser professora do 2.o ciclo. Queria trabalhar com alunos daquela idade!

Em 1976 conheci a Ana Magalhães à porta da Escola Fernando Pessoa em Lisboa. Começámos logo a preparar aulas em conjunto para os nossos alunos, e dávamo-nos muito bem, talvez por termos tido uma infância e uma juventude semelhantes.

Agora a minha vida mudou. Tive oportunidade de fazer um curso na América e hoje sou professora da Escola Superior de Educação de Lisboa. Também gosto muito.

Geralmente divido o tempo da seguinte maneira: aulas de manhã, livros à tarde, família à noite e ao fim-de-semana. Há outras actividades que têm que encaixar nestas. As viagens para preparar livros, por exemplo, são feitas roubando alguns dias de férias... mas de forma a nunca prejudicar a família.

Faço questão de guardar muito tempo para estar com os meus netos."

 

publicado por UmAventura às 17:02 | comentar | favorito